Quero fazer ballet, e agora? – Ballet adulto

Ballet

Quero fazer ballet, e agora? Agosto chegou, e com ele mais uma oportunidade para realizar seus sonhos. Se o bichinho da dança está te mordendo, aproveite a volta às aulas para começar a dançar. Eu faço ballet clássico há 4 anos e vim te contar minha experiência com o ballet adulto.

 

quero-dançar-ballet-adulto
Eu sou a segunda da direita, olhando pra câmera :)

Por conta do blog, recebo algumas mensagens que começam com ‘quero fazer ballet mas já sou adulta’ ou ‘sou adulta e quero dançar’, e também converso pessoalmente com pessoas que ficam chocadas ao descobrir que comecei o ballet depois de adulta, pois pensavam que só crianças podem começar. Fico feliz de ser esse ponto de virada para elas e mostrar com minha história que é possível dançar ballet depois dos 20, se apresentar no palco e subir nas pontas, porque quando soube de turma para adultos enxerguei uma possibilidade para realizar o sonho de uma vida toda.

Para começar a dançar a primeira coisa a fazer é encontrar uma escola de ballet para adultos. Eu tive a sorte de passar por duas ótimas escolas que tratavam os alunos adultos com respeito por suas histórias e limitações. Sei que infelizmente isso não acontece em todos os lugares, que as turmas de adultos muitas vezes são tratadas apenas como corpo de baile, apoio para que a turma mais avançada e com potencial para profissionalização (ou os próprios professores) brilhem.

Já vi muitos relatos de meninas que não conseguiram continuar pelas exigências, ensaios no meio da tarde, ensaios todos os dias, enquanto tinham trabalho, família e afazeres de adultos, diferente das outras turmas da escola, e precisavam de maior flexibilidade. Quando for conhecer a escola, tenha em mente que o professor que lida com adultos precisa, além de didática e conhecimento técnico, de empatia e paciência. Se você não se sente respeitada, busque uma nova turma e não deixe seu amor pela dança morrer por falta de incentivo.

 

ballet-adulto-dança-ponta
Parte da turma. Nessa foto tem menina de 16, 20 e 40!

A dança é natural do ser humano e diferente do que pregam, é democrática. O que a faz seletiva é o objetivo que cada um dá. Vai ser difícil dançar com alegria se você deseja ser uma profissional da dança começando adulta, pois as cobranças serão maiores que o prazer da aprendizagem (não estou dizendo que é impossível, mas que será mais difícil). Mas se o objetivo for dançar melhor que no dia anterior e se divertir enquanto aprende, tenho certeza que vai encontrar prazer no ballet adulto. Na próxima vez que pensar ‘quero fazer ballet’ lembre-se que você pode!

As fotos que ilustram esse post são da minha primeira apresentação dançando na ponta, ano passado. Minha turma se superou muito e juntas fizemos uma bela coreografia. O espetáculo foi Cinderela e nós fomos caçadoras, amigas do príncipe. Como dá pra ver pelo sorrisão nas fotos, fiquei muito feliz com nossa evolução <3

Acompanhe minhas fotos no Instagram, onde eu sempre posto minha rotina de aulas. Beijos, e até o próximo post.

Sobre Jéssica Ambrósio

Publicitária, bailarina e cacheada. Adoro escrever e estou descobrindo as delícias de viajar. Tudo no custo-benê, claro.

Comments

  1. Responder
    Beatriz Paixão

    Olá!

    Moça, estou apaixonada pelo seu blog *-* planejo fazer Balé agora em 2017, e bem… Eu tenho 18 anos, sabe, e fiquei muito insegura de começar tarde. Mas depois da sua história, essa insegurança abaixou consideravelmente! Eu sempre quis ser bailarina, entretanto minha mãe nunca teve condições de pagar aulas para mim, só estou tendo a oportunidade de fazer as aulas agora 🙁 Queria ter começado antes, embora estou muito decidida a começar nesse próximo ano!

    Muito obrigada por compartilhar sua experiência!

    1. Responder
      Jéssica Ambrósio

      Oi Bia! Fico muito feliz em saber que o blog te ajudou, é exatamente pra isso que ele existe 😀
      O friozinho na barriga é normal, mas não deixe que isso te impeça de realizar seus sonhos. Te desejo coragem e paciência porque a dança não é fácil, mas é recompensadora.

      No que precisar, conte comigo. Beijos, e obrigada pelo comentário!

  2. Responder
    Elvis

    Sendo homem e tendo 24 anos, você acha que isso implica ainda mais o começo tardio ??

    Seu blog é MARAVILHOSO !! Obrigado por compartilhar um pouquinho da sha história =D

    1. Responder
      Jéssica Ambrósio

      Oi Elvis! Desculpe a demora :/ Sobre ser homem, não tem nenhuma implicação não. Alguns amigos já iniciaram na minha turma e acompanhavam sem problemas, você só precisa de uma roupa confortável e se possível uma sapatilha de meia ponta. Se não puder comprar de cara, use meias mesmo. Muitos exercícios (pelo menos pelo que vi em aulas com meninos) são iguaizinhos aos das meninas, muda um braço aqui e outro ali. Agradeço muito seu comentário e espero que comece a dançar logo 😀
      Um beijo!

  3. Responder
    kerollen

    JÉSSICA, ONDE VC FAZ BALLET ? CONHECE ALGUM LUGAR ”EM CONTA”, GERALMENTE ÀS AULAS DE BALLET SÃO MUITO CARAS. Já FUI EM LUGAR QUE 1 HORA DE AULA 2X POR SEMANA CUSTAVA 350,00

    1. Responder
      Jéssica Ambrósio

      Oi Kerollen, tudo bem? Em que cidade você mora? Eu sou de Pres. Prudente, interior de São Paulo, e faço aulas na Ballare. A mensalidade está inferior a esse valor que você colocou, mas muita coisa deve ser levada em consideração. Em grandes centros o custo de vida é maior, portanto o investimento no curso também aumenta. Uma última recomendação: vale a pena investir em um curso de qualidade, com professores certificados e responsáveis e uma boa infraestrutura. Beijos, e até mais!

  4. Responder
    Haru

    oi Jéssica, eu vivo ouvindo pessoas dizendo que o melhor é começar o ballet mais nova, você é uma inspiração e tanto, ja que não começou tão nova assim… mas eu tenho 14 anos e queria saber se sou ¨nova¨ pra começar o ballet. Obg pela atenção, amo seu blog!!

    1. Responder
      Jéssica Ambrósio

      Sim, você é! É possível pra mim, que sou 10 anos mais velha que você, para minha colega de 40, para dançar por hobby não existe limite. Se o seu desejo é ser uma bailarina profissional, lembre que a Misty Copeland começou com 13! Recomendo que procure uma escola com profissionais qualificados e que usa algum método internacional, como o Royal ou Vaganova, e se dedique bastante. Se sentir que a escola não está nessa sintonia, teste outra, até encontrar quem leva seu sonho a sério. Te desejo toda a sorte!

  5. Responder
    Mostra de Dança Ballare 2017 - Vai Menina

    […] Quero fazer ballet, e agora? – Ballet adulto […]

Deixe seu comentário

Comentários